por uma intervenção social do séc xxi

Uma situação com a qual os profissionais que intervêm no campo (do) social se debatem actualmente é, sem dúvida, a identificação dos limites da sua intervenção e os pontos de encontro entre as diferentes profissões. 

Obviamente, e como não poderia deixar de acontecer, cada grupo profissional defende e apresenta como suas as competências que lhes pertence. Os outros grupos, com maior ou menos conhecimento sobre a realidade profissional externa, criticam e colocam em causa a legitimidade dos outros para o exercício dessas mesmas competências. 

É, considero, uma situação normal. Cada grupo profissional defende a sua dama da forma que acha mais correcta, embora não poucas vezes esse debate sai do campo científico-profissional, e entra no campo do insulto pessoal.

Não será hora de todas estas profissões (estruturas sindicais, profissionais e educativas) se organizarem, se sentarem à mesma mesa sob um único objectivo: a sistematização e definição das articulações entre competências profissionais, elaborando, por exemplo, por área de intervenção "mapas de articulação das competências profissionais"? Tendo, claro, como principal beneficiário, o cliente…

Esta "estrutura" poderia até ir mais longe, com a criação duma "organização" que visasse a promoção da intervenção sobre em Portugal, onde se reflectisse por exemplo, e entre outros variadíssimos aspectos, as práticas deontológicas necessárias para a intervenção em equipa… E isto que aqui trago não é nada de novo.

Está a acontecer no Brasil, pelo menos entre a psicologia e o serviço social.

Está a acontecer na Europa, com a criação da ENSACT.

Será possível acreditar que em Portugal, é credível pensar que profissionais de áreas (permitam-me) relativamente similares, se podem juntar e organizar com vista a um bem comum. Ou será pedir de mais?

8 Comments

  1. Caro valério,Lá está você a insistir no mesmo! A PSICOLOGIA NÃO É UMA PROFISSÂO (DO) SOCIAL!!! Não queira aproxima-las…são de estruturas e práticas científicas bastante diferentes…apesar de muitas vezes trabalharem em interdisciplinariudade, o que eu acho positivo, como é óbvio!

  2. Achava bem também existir uma coisa semelhante com os médicos…eles também são (do) social….Acha mesmo que a confusão é assim tão grande? Acha que um trabalhador social faz a mesma coisa que um psicólogo? Limites????Os limites estão à partida establecidos, quando estamos a falar de profissões que pertencem a campos científicos distintos!

  3. Caro Lux…Não entrando num debate mais amplo, a minha lógica é apenas uma: eu tenho conhecimento “pleno” do que um licenciado em trabalho social pode fazer nos seus diferentes campos de intervenção, o “Lux” terá da psicologia e cada profissional terá (ou deverá ter…) da sua profissão. Estou certo, até pelos constantes debates em que tenho entrado que tal não é uma realidade quando falamos das outras profissões. E o que aqui sugeri é exactamente uma forma de contornar essa questão (os tais limites que refere) e poder existir uma intervenção multidisciplinar correcta, eficaz e eficiente.Por outras palavras e respondendo ao que pergunta: claro que um licenciado em trabalho social não faz o mesmo que um licenciado em psicologia, se bem que não poderei concordar quando diz que as estruturas e as práticas científicas são bastante diferentes. Mas já agora questiono, até porque é habitual o “lux” participar nestes debates, logo terá que estar a par destes assuntos: O que faz um licenciado em trabalho social, por exemplo, na área da saúde mental? Que competências tem?Um outro aspecto: fala que a psicologia não é uma profissão do social… No post referi, e cito “os profissionais que intervêm no campo (do) social, será por isso a isso que se refere. Está o “lux” a querer afirmar que nenhum licenciado em psicologia deve intervir nesta área? Está o “lux” a querer afirmar que nenhum licenciado em psicologia tem competências para o fazer?Se assim é teremos aqui um problema muito maior e mais grave do que o que eu referi: Assim estará a dizer que nenhum licenciado em psicologia tem competências para trabalhar, por exemplo, no acompanhamento de casos no âmbito do Rendimento Social de Inserção, pelo menos no que respeita a um acompanhamento completo dos indivíduos em causa, é isso? Mas, já agora, ajude-me, que competências terá um licenciado em psicologia para trabalhar nestas equipas? que “estruturas e práticas científicas” (como refere) aqui poderá utilizar?

  4. Caro MAV,Claro que um psicólogo pode trabalhar na área social, no âmbito da psicologia comunitária ,por exemplo! Agora, isto, não quer dizer que a psiicologia é uma profissão do social, como o é o trabalho social, por exemplo!O trabalho do técnico social na saúde mental , deve restringir se ás suas competências, que são a intervenção nas componentes ou variávies sociais que contribuem para a manutenção da saúde mental, ou então, para o seu agravamento! De uma forma simplista, os aspectos piscológicos, devem ser deixados para quem tem competências para lidar com eles! Não me vai dizer que o trabalhadorr social também faz uma perninha no tratamentp dos aspectos biológicos!

  5. Caro Lux…Responda, se não se importa, às questões que lhe coloquei no comentário anterior:1. nenhum licenciado em psicologia tem competências para trabalhar, por exemplo, no acompanhamento de casos no âmbito do Rendimento Social de Inserção, pelo menos no que respeita a um acompanhamento completo dos indivíduos em causa, é isso?2. que competências tem um licenciado em psicologia para trabalhar nestas equipas? 3. que “estruturas e práticas científicas” (como refere) poderá utilizar?Avançando, diz que os técnicos sociais (ainda me vai ter que explicar o que são técnicos sociais… todos aqueles que trabalham nessa área?) devem restringir-se às suas competências. Concordo, Mas ainda não me disse (como lhe pedi) o que faz um licenciado em trabalho social, por exemplo, na área da saúde mental? Que competências tem? Deixe-me que lhe diga que intervir”nas componentes ou variáveis sociais” não é uma competência… é uma área. As competências estarão na base do que aí se faz e como se faz. Volto a questionar: o que faz um licenciado em trabalho social, por exemplo, na área da saúde mental? Que competências tem?

  6. A resposta às suas perguntas estão no link que deixou no post que escreveu! Admito não ser a pessoa mais indicada para lhe responder às questões relacionadas com a intervenção na área social, já que não é a minha área de intervenção, nem pretende ser!Já lhe tentei responder dentro do possivel á sua pergunta sobre as competências de um trabalhador social na saúde mental! O link que deixou também me parece ser esclarecedor, apesar de ter feito uma leitura rápida e diagonal da “coisa”!As àreas, como lhes chama, são o vosso limite de intervenção! Ou melhor, os aspectos psicoterapêuticos, no sentido “técnico”, não fazem parte das vossas competências. Resumindo, o acompanhamento psicológico não é competência de nenhum técnico que não o psicólogo ou psiquiatra! Um técnico social pode ser alguém que tenha uma formação numa disciplina das ciências sociais e trabalhe profissionalmente na área!Ex: Sociólogo, assistente social, antropólogo, educador social….

  7. Caro Lux…Responda, se não se importa, às restantes questões que lhe coloquei no comentário anterior:1. nenhum licenciado em psicologia tem competências para trabalhar, por exemplo, no acompanhamento de casos no âmbito do Rendimento Social de Inserção, pelo menos no que respeita a um acompanhamento completo dos indivíduos em causa, é isso?2. que competências tem um licenciado em psicologia para trabalhar nestas equipas? 3. que “estruturas e práticas científicas” (como refere) poderá utilizar?Relativamente ao que agora escreveu… essa questão da área das “ciências sociais” tem muito que se lhe diga… Sabe em que área esta a psicologia no documento do CRUP? Quanto à psicoterapia… essa não é a realidade, quer nacional quer internacional.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.