com fome, o pobre tem o direito de roubar…

Foi desta forma (com fome, o pobre tem o direito de roubar) que Belmiro de Azevedo, alertou para os perigos das dificuldades que a situação económica portuguesa,  com mais impostos e mais desemprego (entre outras muitas coisas) pode vir a provocar.

Tal afirmação fez-me recordar uma expressão que Ezequiel Ander-Egg referiu da última vez que tive a oportunidade de o ouvir (em Aveiro, no ano de 2002). Referiu ele na altura que:

«um destes dias vão existir dois tipos de pessoas: os que têm medo de dormir, e os que têm medo dos que têm medo de dormir»

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.