a demissão de gaspar

Poderá ser muito criticado. Pode até ter tomado medidas e assumido responsabilidades de actos menos correctos, menos positivos. A verdade é que nunca se escondeu, deu sempre a cara por aquilo que defendia, e defendeu aquilo em que acreditava.

Sai, bastante tempo depois do momento em que ele próprio achou que deveria sair. Mas entretanto ficou, não para salvaguarda própria ou para seu próprio benefício. Aliás, pela sua formação e funções que sempre assumiu, pelos cargos que sempre desempenhou, é certamente uma pessoa que não precisava destas funções. Disse um dia que o fez, por forma a compensar o país pelos gastos que o mesmo teve na sua formação.

Como já disse, muito foi criticado e, ele próprio, ao sair (coisa pouco habitual em políticos, mas também é algo que ele não é) assume alguns dos erros que pode ter cometido.

Espero enganar-me bastante. Sinceramente espero, mas receio que a médio e longo prazo, vamos ver que esta demissão, que tanto anda por aí a ser festejada, de positivo teve muito pouco. Se é que teve esse muito pouco.

2 Comments

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.